Noticias

Empossados novos quadros no CEDSIF, IP

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) do CEDSIF, IP, Hermínio Sueia, no exercício das competências que lhe são conferidas, nomeou por despachos separados e conferiu posse no dia 25 de Janeiro de 2022, nas instalações do CEDSIF, a seis quadros que vão exercer cargos de chefia.

Trata-se de Carlos Muchiruarapa, para exercer as funções de Gestor de Projecto, Sandra Tembe, Gestora de Projecto; Dulce Lázaro, Chefe de Repartição do Património em substituição da Marta Machango; Alívio Jopela, Chefe de Repartição de Gestão Documental; e Paulo Olímpio Mahumane, Chefe de Repartição de Gestão do Pessoal. A cerimónia que teve lugar nas instalações do CEDSIF, IP e contou com a participação dos membros do Conselho de Administração, Gestores de Projectos, Chefes de Departamentos, entre outros colaboradores que exercem cargos de direcção e chefia.

No acto, convidados a se dirigir aos empossados, os administradores tecerem algumas considerações. O administrador Jacinto Muchine agradeceu o apoio e dedicação dos quadros cessantes, recordando que foi um tempo de muito aprendizado, entrega e sacrifícios a nível pessoal para o bem do CEDSIF, IP, em particular, e o país no geral. “Quero por outro lado felicitar aos colegas recém-nomeados, para mais uma missão de extrema importância para cumprimento da nossa missão que são as reformas que estamos a conduzir na gestão das finanças públicas”.

Jacinto Muchine recordou aos empossados que o CEDSIF, IP tem desafios enormes, principalmente na mobilização de recursos financeiros para garantir a sua sustentabilidade técnica. “Vão sacrificar muito das vossas vidas para fazer cumprir o juramento que hoje aqui fizeram. Temos uma missão muito complicada em momentos difíceis para o país. Aos colegas que hoje tomaram posse cabe-lhes várias responsabilidades nas áreas de especialidades, mas tudo isso converge para o mesmo propósito, que é honrar os compromissos do CEDSIF, IP”, disse.

Por seu turno, o Administrador João Alguineiro reconheceu o trabalho dos técnicos que cessaram funções e encorajou-os a abraçarem novas oportunidades naquilo que vão fazer a seguir. De seguida, felicitou aos empossados por estarem a assumir estas novas oportunidades que são desafiadoras e muito importante para o CEDSIF, IP. “Encorajo a todos para muita dedicação e entrega, tendo em vista o cumprimento do juramento que fizeram”. Alguineiro chamou atenção sobre a focalização em entregas especificas recordando, no entanto, que o CEDSIF, IP não é um projecto isolado mas sim um todo, por isso é importante que se fortaleça as relações de trabalho entre os sectores. “O maior impacto das organizações vem da necessidade de uma gestão de intelectualidade e modernidade. Temos que encontrar modernidade e não personalização de procedimentos para poder ajustar à dinâmica da organização de modo a obter resultados e metas satisfatorios”, frisou.

Por sua vez, o PCA, Herminio Sueia, disse que é preciso que cada um dos empossados, no seu dia-a-dia interprete o conteúdo do juramento que fizeram no acto da tomada de posse e avalie se efectivamente está a dar toda a sua energia, o seu potencial e saber para que o país possa crescer. “Juraram dar toda a vossa energia ao serviço do povo e da nação moçambicana. Ajudem a transformar Moçambique, não só a nível das finanças públicas, mas também a pensar de forma diferente e induzir novas formas de fazer a coisa na administração pública”, salientou.

Herminio Sueia exaltou que não se pode poupar esforços em fazer coisas importantes para outras áreas que não sejam as finanças públicas, numa mensagem clara de que “nós podemos”. “A transformação é gerada em todo o seguimento da vida e se os homens forem amorfos, terem sentido de silos de que eu estou aqui, esses são meus ovos, devo cobri-los, o país não vai avançar. Mas se os homens tiverem visão e tentarem perceber em que medida o que cada um faz pode impactar ao cidadão que está no local mais distante no país, aí já começamos a pensar como homens da reforma e da vanguarda”. Para Sueia, os empossados devem ter essa visão nacionalista e que só trabalharão com o actual Conselho de Administração aqueles que viverem essa pressão. Por fim, o PCA agardeceu e enalteceu os técnicos cessantes pelo trabalho que prestaram ao CEDSIF, IP para o desenvolvimento do país. (x)

 

Pesquisa


Destaques


Mensagem do Conselho de Administração do CEDSIF, IP, por ocasião do Dia Internacional do Trabalhador ler mais
Mensagem do Conselho de Administração do CEDSIF, IP, por ocasião do Dia Internacional das Mulheres nas TIC ler mais
CEDSIF, IP e INPS, IP assinam acordo de parceria ler mais
Novos Chefes de Departamentos, Repartições e Gestores de Projectos ler mais
Empossados novos Directores de Serviços ler mais
2 Anos do e-SISTAFE Autárquico ler mais
CEDSIF, IP participa no Fórum Empresarial da Matola ler mais
Empossados novos quadros no CEDSIF, IP ler mais